Artigo

MENSAGEM FUNDAMENTAL DE SATHYA SAI BABA

E EDUCAÇÃO SAI

Tom Scovill

 

Um garoto muito indisciplinado da turma da 4ª série da escola pública chegou à professora numa manhã e disse, apontando para uma pequena foto de Sai Baba atrás de sua mesa: “Seu Deus veio em meu sonho ontem à noite. Ele me disse para ser um bom garoto. Então, eu estou trazendo minha cadeira para sentar junto à sua mesa”! Um zelador de uma escola Sathya Sai diz que voltou para casa mais cedo um dia devido a uma de suas dores de cabeça epilépticas recorrentes. Ele disse que não era um seguidor de Sai Baba. Enquanto ele estava descansando em sua cama, Sai Baba apareceu em seu sonho e colocou a Mão em sua cabeça. Sua dor de cabeça desapareceu e ele não a  teve mais desde então. Um segurança na sala de conferências de uma Universidade, durante um congresso de Educação em Valores Humanos, aproximou-se dos organizadores e perguntou: "Quem é o homem de cabelos grandes andando pelo salão de exposições"? Os organizadores rapidamente pegaram uma brochura do programa, mostraram ao segurança uma foto de Sai Baba e perguntaram: "É este o homem"? "Sim", disse o segurança. 


É a Educação que Faz o Homem Perceber sua Divindade Inerente
Essas histórias de Sai Baba interagindo com não-devotos em ambientes de Educação Sai na África e no México foram contadas aos membros do Comitê de Educação da OISS nos últimos três anos. As histórias são inspiradoras e milagrosas, mostrando que Swami está observando Seus programas. Vamos apreciar essas histórias e, simultaneamente, vamos alinhar cada vez mais a Educação Sai com a mensagem fundamental de Sai Baba. 

A expansão das escolas Sathya Sai, Institutos de Educação Sathya Sai (ISSE), Programas de Educação Sathya Sai em Valores Humanos (EVH) e Educação Espiritual Sai (EES) em todo o mundo é inspiradora de se ver. Como educador público aposentado, foi uma grande sorte estar associado em vários momentos desde 1981 a esses programas que podem ser chamados coletivamente de Educação Sathya Sai. Esta ocasião da observância da Sanathana Sarathi dos últimos 50 anos de expansão da Educação Sathya Sai é uma boa oportunidade para refletir sobre uma questão. Para os Educadores Sai, podemos alinhar cada vez mais esses programas com a mensagem fundamental de Swami para a humanidade? Para todos os queridos leitores da Sanathana Sarathi, este também é um bom momento para indagar. Posso fazer mais para viver de acordo com a mensagem fundamental de Swami para a humanidade? Qual é a Sua mensagem fundamental? Que o homem (e a mulher) são inerentemente divinos, o espírito imortal, não o corpo; e o objetivo da vida é perceber a divindade inerente. Como sabemos disto? Muitos podem responder a essa pergunta, porque tivemos a sorte de ser chamados para a órbita de Swami enquanto Ele - a Fonte - ainda caminhava entre nós e experimentamos pessoalmente Sua visão, palavras e contato físico. Muitos de nós também podemos dizer que estudamos e refletimos sobre Suas palavras nas publicações Palavras de Sathya Sai, as Vahinis escritos por Ele, e em livros escritos por aqueles que tiveram a sorte de serem próximos e queridos por Ele durante anos. Ainda podemos ler Suas palavras hoje e ouvir gravações de áudio de Sua voz nos Discursos. Em 1981, Sathya Sai Baba estabeleceu na Carta da Organização Sai o objetivo fundamental: “Despertar no homem a consciência da Divindade inerente a ele”.

 

E o que Swami diz que é o propósito fundamental da educação? No Sathya Sai Vahini, Ele diz: “A finalidade suprema da educação, o mais elevado objetivo da instrução, é conscientizar o homem do 'impessoal imanente universal'. Essa é a verdade que é proclamada nos Vedas ”. O objetivo deste artigo é simplesmente fazer uma pergunta: estamos alinhando nossas vidas e os programas de educação Sathya Sai o mais próximo possível da mensagem fundamental de Swami para a humanidade? Em um nível, a questão é objetivamente sem resposta, mas em outro nível, essa questão e várias outras podem levar ao processo do Educare dentro de cada um de nós. Educare - extrair o que está dentro - é ativado pela auto-investigação.

Promovendo a Ciência do Ser nos Estudantes
Há pouco mais de 50 anos, em 1968, Bhagavan inaugurou a Universidade das Mulheres em Anantapur, a primeira de muitas instituições educacionais fundadas por Ele. Em seu discurso, Ele disse: "Atma Vidya (a Ciência do Ser) somente pode estabelecer a mente no Dharma". Aí reside o Sutra, ou aforismo, que os educadores Sai devem continuamente tentar entender e aplicar no mundo além da Índia, onde o idioma é diferente e os conceitos, a princípio soam exóticos, mas, quando explicados com a linguagem do amor, estudantes de todas as idades respondem calorosamente. Os educadores Sai tem se dedicado ao elevado chamado de promover ambientes de aprendizado que ajudem os alunos a vivenciar o significado da declaração de Swami. 


O que Sua declaração de Anantapur significa? Muito brevemente, Dharma é Retidão, Atma é a centelha inerente de Deus ou Eu superior, Vidya é conhecimento e a mente é um emaranhado de pensamentos e desejos. Bhagavan, em Sua paciência compassiva, falou em centenas de discursos e escreveu nas Vahinis (Fluxo de Sabedoria) sobre inúmeros aspectos de cada um desses termos. Para mim, a afirmação significa apenas através da compreensão ou consciência do Eu ou centelha de Deus interior que podemos manter consistentemente a mente pronta para realizar apenas a ação correta em pensamento, palavra e ação. 


Para os educadores Sai, como promover o Atma Vidya é o desafio dos programas  de Educação Sai no mundo moderno. Um programa é uma possível exceção. O programa de Educação Espiritual Sai (EES) atende crianças, na maioria das vezes, dentro da família da Organização Sai. Em todos os membros da OISS e dos Centros Sai existe um ambiente comum de amor em diferentes países. Dentro desta família, os ensinamentos de Bhagavan são amplamente estudados. A linguagem da divindade inerente, Atma, é entendida e aceita. 


Os outros programas de Educação Sathya Sai, Educação em Valores Humanos, Institutos de Educação e Escolas Sathya Sai vão além do casulo da OISS, em sua maior parte, para o mundo inteiro, para servir uma ampla seção de estudantes de famílias com diversas origens, algumas religiosas, algumas não. Assim como a Missão do Avatar Sathya Sai alcançou os devotos pela primeira vez, o efeito de Sua Missão se estende muito além. Ele instruiu a OISS a compartilhar Sua mensagem em todo o mundo. Esses três programas da Educação Sathya Sai estão cumprindo Sua missão na Educação além do ambiente estimulante da OISS e de seus Centros. No entanto, o ideal da Educação Sathya Sai, a mensagem fundamental de Swami de que a finalidade da verdadeira educação está na compreensão da divindade inerente, se aplica a todos os quatro programas, Educação Espiritual Sai, Educação em Valores Humanos, Institutos de Educação e Escolas Sathya Sai. 


Promover o Atma Vidya em estudantes jovens e crescidos em todo o mundo requer habilidade. As palavras que usamos para transmitir a Educação Sathya Sai são importantes, mas não tão importantes quanto ser bons exemplos como professores, permitindo e promovendo a nossa própria  natureza inata, para transformar nosso pensamento, palavra e ação. Idealmente, precisamos promover nos alunos a importância da consciência do espírito interior em lugares onde muitos se sentem desconfortáveis com o conceito de espiritualidade ou religião. A nossa natureza inata é essencialmente sem nome, mas usamos muitos nomes para nos referir a ela na Educação Sathya Sai: Atma, espiritual, espírito humano, humanidade ou simplesmente valores humanos. O próprio Swami disse que Deus é amor, viva em amor. Ele usou a palavra humanidade como um meio de revelar os valores humanos dentro de nós. Os Educadores Sai de cada país escolhem as palavras para se referir ao espírito humano inato de acordo com o governo local, expectativas ou exigências sociais ou religiosas. 


A Tarefa Desafiadora dos Professores de Educação Sai
Os devotos que foram criados em famílias religiosas estão cientes dos aspectos benéficos de sua educação. A bondade nas religiões promove o amor a Deus e o medo ao pecado em algumas famílias cujos membros frequentam os programas de Educação Sathya Sai. Outros alunos sentem o amor dos professores Sai, mas podem não se sentir imediatamente à vontade com termos como divindade, Deus, espírito. Ambos os tipos de alunos podem estar em uma turma de Educação em Valores Humanos ou na mesma escola Sathya Sai. Esses professores Sai devem habilmente promover os laços de amor entre todos os alunos e deixar claro e carinhosamente aceitar que existem muitos nomes para o verdadeiro Eu, Deus. Somos educadores Sai afirmando e reforçando os sentimentos daqueles que amam a Deus em nossas aulas, enquanto validamos igualmente aqueles que preferem "humanidade" como o nome de sua natureza inata? 


Ler as Palavras de Sathya Sai é semelhante a manter o carvão próximo à brasa viva, alimentando a chama do amor e da sabedoria em nosso coração. À medida que a OISS evoluiu ao longo dos anos, há mais uso de diretrizes escritas em quase todos os aspectos de suas operações, incluindo a Educação Sathya Sai. As diretrizes existentes da OISS para os programas de Educação Sathya Sai afirmam claramente Sua mensagem fundamental de realização da divindade inerente e o objetivo supremo da educação? Os educadores Sai atualmente tomam as decisões locais necessárias para comunicar a mensagem fundamental em suas regiões para acomodar os requisitos e expectativas locais. 


Como a internet agora é a fonte de informação preferida, mais do que os livros, como mantemos visível a mensagem fundamental de Bhagavan de perceber nossa divindade através dos sites da OISS? As equipes da OISS que desenvolvem os conteúdos do site são parecidas com os educadores, pois precisam ser sábias e cuidadosas nas palavras escolhidas em sites de nível global com públicos mais amplos. Uma palavra como "espírito", por exemplo, é uma sinalização aceita em quase todos os lugares, apontando o caminho para resolver a causa mais importante da ignorância humana, a pessoa que pensa que ela é o corpo. 


Finalmente, e possivelmente o mais importante, estamos mantendo o nome de Sathya Sai em Seus Programas de Educação? Seu nome é um lembrete de que esses programas de educação se originaram com o Avatar, a fonte do amor, em última análise, mais duradoura do que qualquer força exterior do governo ou normas sociais restritas. Nos anos 80, quando a Educação em Valores Humanos estava sendo apresentada às escolas públicas, os educadores Sai expressaram uma preocupação de que as escolas aceitariam mais o EVH se o nome de Swami fosse retirado. É relatado que Swami disse: "Se eles não gostarem do Programa, vamos levá-lo para outro lugar". Swami demonstrou que prefere qualidade à quantidade. Lembremo-nos sempre do poder do Seu Nome. 


Para finalizar, aqui está outra pequena história de Swami aparecendo para um não-devoto. Uma faxineira estava terminando suas tarefas no final do dia em uma escola Sathya Sai na América Latina. Ela passou pela grande foto emoldurada de Sai Baba no corredor da escola. De repente, ela viu Swami sair da foto e ficar ali de pé. Ela foi pega de surpresa. Swami disse carinhosamente: “Não se preocupe. Esta é a minha escola.” Então, Ele voltou ao quadro e assumiu a pose na foto novamente. Estes são todos os Seus programas. Ele ainda está aqui. Vamos adotar uma das muitas práticas que Ele deu para alcançar o objetivo de Sua mensagem fundamental em nossas vidas e na Educação Sathya Sai. 


- O autor é membro do Comitê de Educação da Organização Internacional Sathya Sai.

© © 2016-2020 Organização Internacional Sathya Sai do Brasil. Todos os direitos reservados.