Avatar Vani

O CRIADOR E A CRIAÇÃO
A Criação Emergiu do Pranava

Antes da criação, não havia nada além de escuridão em todos os lugares. Então choveu intensamente por muitos anos. Depois, raios de luz dispersos apareceram além da densa cobertura de nuvens. Depois disso, o som ficou evidente. Era como o som que se ouve do coração quando se fecha os olhos e se ouve atentamente.

A Origem dos Elementos Primários


O som que apareceu pela primeira vez na criação foi criado por vibrações causadas pela chuva. Mas alguns sons são audíveis, enquanto outros não. Por exemplo, há um som quando batemos nossas pálpebras, mesmo que não possa ser percebido pelo ouvido humano. O som gerado pelas vibrações em um ponto se espalha por todas as direções. Por exemplo, se você atirar uma pedra na água, ela criará ondulações (ondas) espalhadas continuamente ao redor, semelhantes às ondas sonoras no espaço.


O som é muito sutil. O ar evoluiu a partir de vibrações causadas pelo som no espaço. O atrito entre o ar e o som produziu calor e, a partir do calor, formou-se a água. Quando você tem febre, você começa a transpirar depois que a febre baixa. Essa é a relação entre calor e água. Essa analogia mostra que o fogo vem da água.

A água é mais densa que o ar e, à medida que a água se tornou mais densa, formou o elemento terra. De todos os elementos, a terra é o mais grosseiro e Akasha (céu) é o mais sutil. Akasha está em todo lugar, dentro de nós, abaixo, acima e ao nosso redor. Ele permeia todo o espaço. A terra foi formada a partir da água, e da terra surgiu a água. A terra tornou-se como um recipiente para reter a água. Novas formas surgiram da combinação de terra e água. À medida que o calor diminuía, os materiais líquidos se solidificavam para formar rochas duras. O estudo desse processo foi chamado de ciências físicas. 

A Criação de Formas Vivas no Universo

 

No processo da criação, o som emergiu a partir de Akasha (éter), o ar emergiu do som, o fogo emergiu da água e a terra foi formada a partir da água. Então, o som surgiu primeiro e dele surgiu toda a criação, incluindo as grandes estrelas. Quando uma enorme estrela se rompe, estrelas menores são formadas. Há milhões de estrelas, mas os cientistas conhecem apenas algumas galáxias, como a Via Láctea, onde muitas estrelas estão próximas.
 

O céu parece ser azul por causa de sua extensão imensurável, a qual ninguém pode avaliar. O Senhor Krishna também tinha a tez azul. Ele tinha a cor azul por ser onipresente como o céu. 


A princípio, céu, som, ar, água e terra não tinham nenhuma combinação. Mais tarde, eles combinaram-se entre si. Essa combinação de elementos deu origem a várias formas vivas. Há muitas maneiras pelas quais os elementos sutis e densos passam por mudanças. A água é um fluido, mas sofre alterações quando sua densidade e peso aumentam. Em Shimla, a água congela devido ao frio e se torna gelo sólido. Quando você quebra um bloco de gelo, o calor é liberado. Da mesma forma, os materiais sofrem alterações devido ao efeito do calor. Portanto, as propriedades dos elementos sofrem alterações devido ao calor e ao frio e devido à sua combinação entre si. A evolução dos elementos pode ser entendida quando empreendemos sistematicamente o estudo da botânica e da química.
 

Tudo tem um Criador
 

Onde quer que haja vibração, há som. O som existe até mesmo quando respiramos. Então, o som está presente em todo lugar. Da mesma forma, há eletricidade onde quer que haja magnetismo. A Terra é um grande ímã. Portanto, a eletricidade é gerada a partir da Terra. O mar também é um ímã. Os cientistas falam sobre as leis da Natureza. O sábio Manu também escreveu sobre as leis da Natureza. Tudo o que foi criado no universo tem um Criador. Se houver uma rosa, isso indica a presença de seu Criador. Os cientistas explicam isso como lei da Natureza. Mas isso não é verdade. Para tudo, existe o Criador.


Um cisne é capaz de separar o leite da mistura de leite e água. Os cientistas dizem que existe uma substância química próxima ao bico do cisne que permite separar o leite. Mas quem criou a substância química perto do bico do cisne? Tudo tem um Criador. Não esqueça que Srishti (criação) tem um Srishti Karta (Criador da criação). Essa é a lei da Natureza. Siga tais leis. Não as transgrida. A lei da Natureza é o Dharma (retidão). O Senhor Buda disse: Buddham Saranam Gachchhami, Dhammam Saranam Gachchhami, Sangham Saranam Gachchhami (Eu me refugio no Buda, no Dharma e na sociedade).

 

Semeie as Boas Qualidades da Sociedade

Cultive sabedoria e discriminação usando seu Buddhi (inteligência). Viva em Sangham (sociedade), de acordo com seus princípios, e adira ao Dharma (retidão). Siga o caminho mostrado pelas almas nobres; não siga os que procuram prazer. Sabedoria, inteligência e retidão nutrem a sociedade. Por que preparamos comida? Preparamos comida porque nosso corpo requer nutrição e energia. Da mesma forma, se plantarmos as sementes de boas qualidades na sociedade, ela se tornará boa e forte.


A Terra é o lar de todos os seres vivos. As formas de vida que existem na Terra não existem em outros planetas. Existe uma relação entre o Sol e a Terra. As formas de vida existem na Terra por causa do calor e da luz do Sol. Então, a Terra é a filha do Sol. Da mesma forma, a Lua é a filha da Terra. A Lua não tem formas de vida. Ela é a neta do Sol. O Sol contém principalmente hidrogênio e hélio. Esses gases são a fonte de calor e luz do Sol. As formas de vida que existem na terra não podem viver na água. Da mesma forma, as formas de vida que existem na água não podem existir na terra. O peixe pode viver apenas na água. As formas de vida em cada elemento são únicas. As formas de vida que existem na água ou no vento são diferentes daquelas que existem na terra. No entanto, a forma de vida que existe em todo o universo é o Atma. Deus está na Terra e também em todos os cinco elementos.

 

Deus Transcende Todos os Elementos

De todos os Pancha Bhutas (cinco elementos), a terra é a mais densa. Ela possui cinco qualidades: Gandha, Rasa, Rupa, Sparsha e Sabda (olfato, sabor, forma, tato e som). É o mais pesado e não pode ser levantado. O próximo elemento básico é a água, que possui quatro qualidades da terra, exceto o olfato - bom ou ruim. Diferente da terra, a água tem a característica da mobilidade. Ela sempre flui para baixo. O terceiro elemento básico é o fogo, que é desprovido das qualidades de olfato e sabor. Ele tem as outras três qualidades de forma, tato e som. Sua característica especial é o movimento ascendente. O quarto elemento é o ar, que possui apenas as qualidades de tato e som. Ele tem a propriedade de mover-se para cima, para baixo, de descer, de avançar e de retroceder. O Akasha (céu) é o mais sutil de todos os elementos e possui apenas a qualidade do som. Ela permeia tudo, como Deus. Mas Deus está presente em todos os elementos e também transcende todos os elementos. A expansividade dos elementos difere de acordo com as qualidades que eles possuem. À medida que o número de qualidades diminui, a expansividade aumenta correspondentemente.


Algumas pessoas falam sobre discos voadores, mas eles não existem. Os satélites criados pelo homem consistem de três partes - frontal, média e traseira. Quando o satélite viaja muito rápido no espaço, a parte traseira é destacada, queima e cai no mar. As pessoas que vêem isso pensam se tratar de um disco voador. Os satélites feitos pelo homem não duram muito. O que os cientistas produzem é impermanente, somente o que Deus cria é permanente.


O som foi a primeira criação de Deus. Isso foi Pranava (o som primordial) ou Om. Se examinarmos cuidadosamente, o som básico que vem do vento é o Pranava. Outros sons emanaram desse som. Toda a criação emergiu do Pranava, o som Om. O elemento Akasha que denota a qualidade do som é ilimitado. Mas o espaço no qual a criação ocorreu é limitado.


Divino Discurso de Bhagavan em Sai Sruthi, Kodaikanal, em 20 de abril de 1996.
 

Para conferir ao homem Jnana, Deus, em Sua infinita misericórdia, desce como homem; ou então, o homem se degradará ao nível dos animais. A menos que ele aprenda a entregar seu ego em completa sinceridade ao Senhor, sem reservas, ele não pode percebê-Lo, embora Ele seja residente em seu próprio coração. A angústia que preenche o buscador penitente leva o Senhor a se manifestar. No êxtase daquele momento, o homem experimentará Eu sou Tu; Tu és eu.


- Baba

© © 2016-2020 Organização Internacional Sathya Sai do Brasil. Todos os direitos reservados.