Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

“Uma vez um amigo perguntou ao famoso escultor da Itália, Michelangelo: "Por que você está trabalhando tão duro, cinzelando este grande pedaço de rocha? Por que não vai para casa e descansa um pouco?" Michelangelo respondeu: "Estou tentando liberar o Divino que está na rocha. Gostaria de trazer para fora desta pedra sem vida a Divindade viva que está encravada nela." Se um escultor pode criar a partir de uma pedra inanimada uma imagem viva de Deus, não podem os seres humanos, repletos de vida, manifestarem a Divindade viva que reside dentro deles? Qual é a razão para essa incapacidade de perceber a Divindade interior? É porque não percebemos o revestimento maculado que nos envolve. Se nossas roupas ficam sujas, as trocamos porque temos vergonha de aparecer com roupas imundas. Se nossa casa está suja, nós tentamos limpá-la. Mas quando nossas mentes e corações estão poluídos, não sentimos vergonha! Para purificar nossos corações e mentes, a primeira coisa que temos de fazer é levar uma vida reta. Nossas ações devem ser baseadas na moralidade.”

Sathya Sai Baba


voltar ao início do conteúdo
voltar ao topo