Sábado, 29 de Agosto de 2015

“Verdade (Sathya) sustenta o cosmos, virtude (dharma) protege e promove a paz da humanidade. Todas as atividades devem ser infundidas com os ideais de Sathya e Dharma. Dharma nunca sofre declínio; apenas sua prática diminui. Por isso as Encarnações Divinas ocorrem para restaurar a fé no Dharma, para revitalizar sua prática e demonstrar que a prática do Dharma confere paz, alegria e prosperidade. Se o Dharma é ignorado, isso equivale a sacrilégio, pois Dharma é Deus e Deus é Retidão (Dharma). As pessoas veem Deus em uma imagem, em um ícone ou em uma estatueta de gesso, mas Deus é muito mais evidente em uma ação correta (Dharma). Pode-se gastar enormes somas em peregrinações e em rituais e cerimônias, mas isso não levará a pessoa a qualquer lugar mais perto de Deus. Que ganho pode alguém obter no campo espiritual, se ele adora a Deus e, ao mesmo tempo, insulta e fere seus semelhantes? (Discurso Divino, 21 de junho de 1979)”

Sathya Sai Baba


voltar ao início do conteúdo
voltar ao topo